Jovem Aprendiz: transformando futuros

Programa da Porto coloca em cena capacitação e empregabilidade

O Instituto Porto Seguro atua desde 2005 através de projetos sociais voltados para a comunidade de baixa renda e, desde 2018, iniciou o Programa Jovem Aprendiz, que contribui para a formação e o desenvolvimento profissional de muitos jovens que buscam sua primeira experiência no mercado de trabalho. São os jovens aprendizes que, cheios de energia e expectativas, cumprem um ciclo que envolve a aquisição de conhecimentos teóricos e práticos, fundamentais para a conquista do primeiro emprego. 

Capacitação e empregabilidade

Rosana Aparecida, Sustentabilidade/ Instituto Porto Seguro (arquivo pessoal).

Rosana Aparecida, responsável pelo Programa Jovem Aprendiz na área de Sustentabilidade/ Instituto Porto Seguro, explica que o Instituto oferece aos jovens duas etapas distintas de formação. A primeira delas é um curso de pré-capacitação com duração de 108 horas, cujo objetivo é preparar os jovens que irão se candidatar ao Programa. Em três anos de existência, 274 jovens se formaram no curso de pré-capacitação.

“A partir desse curso, o jovem está capacitado a concorrer a vagas de aprendiz. Esse momento prévio de capacitação os ajuda a enfrentar as entrevistas e demais etapas com mais segurança”, explica Rosana. 

Se aprovados, os jovens tornam-se aprendizes e cumprem um programa de formação e capacitação profissional cuja duração máxima é de 15 meses. Além de oferecer acesso à boa formação na área administrativa, o Programa Jovem Aprendiz da Porto tem como objetivo a inserção adequada e perene de jovens de baixa renda e/ou egressos de escolas públicas no mercado de trabalho.

Para Rosana, um dos grandes diferenciais do Programa Jovem Aprendiz da Porto é contar com educadores específicos para cada disciplina, além de consultores, líderes, diretores e VPs da Porto que oferecem aulas, palestras e formações de forma voluntária. “Essas interações trazem muita inspiração para os jovens”, afirma.

Ao longo do Programa, os jovens são avaliados, fazem trabalhos e provas no Instituto. Nas áreas, é importante que recebam desafios compatíveis e assumam responsabilidades. “Vemos que os jovens colocam a mão na massa mesmo. E para dar certo é importante que as áreas e o Instituto analisem juntos os feedbacks e alinhem as expectativas em relação a cada jovem”, coloca Rosana.

O sonho da efetivação

Ser efetivado pela Porto é o sonho de dez entre dez aprendizes que passam pelo Programa do Instituto. As chances de contratação são boas, mas dependem da disponibilidade de vagas e da performance do aprendiz. Até agora, de 57 jovens formados pelo Programa, 29 foram efetivados. 

“Com nove meses de contrato, o jovem aprendiz pode ser efetivado ou participar de processos de recrutamento interno”, explica Rosana. “Na fase final do Programa, o Instituto verifica com o líder responsável se existe a possibilidade de efetivação. Se a vaga não estiver disponível, mas o líder avaliar o jovem positivamente, trabalhamos junto à área de seleção do RH para que ele permaneça na Porto, ou se recoloque em outras empresas”, completa. 

O papel da liderança

Neide Souza, da área de Licitações (arquivo).

Neide Souza, coordenadora da área de Licitações, é uma das lideranças que têm o hábito de contratar jovens aprendizes. Ela costuma dizer que sua área é um celeiro de aprendizes, com um histórico positivo de efetivação. “Nosso papel como gestores e líderes é exatamente esse, dar oportunidades para que eles sigam e voem”. 

Para ela, é muito gratificante fazer parte da primeira experiência profissional dos aprendizes e ajudá-los a desenvolver competências como trabalho em equipe, organização e disciplina. “O jovem fica ligado a um sênior que se torna seu mentor e ajuda em sua capacitação técnica. A recomendação é que ele passe por todas as células para entender quem faz o quê. O trabalho do aprendiz é de extrema importância para nós, e está alinhado com os objetivos estratégicos da área”, conta. 

Insisto para que eles façam cursos, desenvolvam o lado comportamental e aproveitem as oportunidades de crescimento e formação que a Porto oferece
Neide Souza

Não perder a essência

“Vê-los entrando na Porto com brilho nos olhos me conecta com o começo da minha trajetória profissional”, emociona-se Rosana. Ela se esforça para ajudar os jovens a acreditar em quem são e também na possibilidade de contribuir com a Companhia. “Passamos para eles que, por meio do esforço e da dedicação, existe um caminho para que floresçam”, completa. 

Um dos maiores desafios do Programa é lidar com a ansiedade dos aprendizes, que entram já de olho na possibilidade de efetivação. “Reforçamos para que aproveitem a caminhada e o aprendizado de cada dia. Afinal, se vivenciarem bem suas jornadas, irão crescer em qualquer lugar”, finaliza Rosana. 

É uma satisfação enorme saber que ajudamos a mudar trajetórias e ampliar repertórios. Os jovens saem amadurecidos e sabendo que podem concretizar seus sonhos
Rosana Aparecida

O que diz quem é e quem já foi jovem aprendiz

Gustavo Schiavolin, jovem aprendiz (arquivo pessoal).

“Comecei em 21 de dezembro de 2020. A conquista da vaga de aprendiz foi uma realização num ano tão conturbado. Participei do curso de capacitação que durou um mês e meio. Tive aulas de comunicação, treinos de entrevista e uma prova de conhecimentos gerais. Aproveitei muito. O Programa de Aprendizagem do Instituto tem um lugar só para ele no meu coração. Todas as experiências vividas me trouxeram perspectivas e ensinamentos de um jeito muito inovador, que só a Porto tem. Alguns meses depois, consegui uma vaga na área de Compras, Fornecedores e Prestadores. É minha primeira experiência profissional, então senti um friozinho na barriga. Mas na reunião de boas-vindas já me senti em casa. Tem sido a melhor experiência da minha vida. Me encontrei no mercado de trabalho e entendi o que eu quero fazer na faculdade. Também tem me ajudado a lidar com a timidez, explorar novos conhecimentos e firmar alguns dotes que eu já tinha. Tem sido muito gratificante viver tudo isso.  Para os outros aprendizes eu recomendo não perder o foco, buscar nossa capacitação e ajudar a Porto, sempre lembrando porque estamos aqui”.
Gustavo Schiavolin é jovem aprendiz na Porto há 8 meses

Erika Ogawa, Jurídico-Ressarcimento (arquivo pessoal).

“Em 2019, me inscrevi no Instituto e fiz um curso de auxiliar de escritório. Sonhei com a efetivação, mas na época não havia vagas abertas. Depois, surgiu outra oportunidade de fazer um curso de atendimento em cobrança, focado em ressarcimento. Eu fiz e, a partir dele, consegui uma vaga como Jovem Aprendiz na Porto. Comecei em fevereiro de 2020, e em fevereiro deste ano fui efetivada. Adquiri muitos conhecimentos durante o período de formação, inclusive temas que estou vendo agora na faculdade de Ciências Contábeis. O Programa Jovem Aprendiz muda a vida de muita gente. Se você faz os trabalhos com dedicação, aprende muito e, mesmo que não siga na Porto, estará capacitado a concorrer à vagas em outras empresas. Não sei dizer o quanto eu amo estar aqui, era um grande sonho. Eu sempre quis que meu pai se orgulhasse de mim, e hoje ele conta para todo mundo que eu trabalho na Porto. Para os jovens aprendizes que estão trilhando sua jornada eu recomendo que façam seu trabalho da melhor forma possível, querendo aprender cada dia mais e desenvolvendo interesse genuíno. Absorvam tudo o que for possível que vocês serão bem sucedidos, na Porto ou em outras empresas”.
Erika Ogawa, ex-jovem aprendiz, efetivada há 8 meses.

Satisfação garantida

Os resultados das avaliações do Programa Jovem Aprendiz da Porto feitas pelos próprios participantes não deixam dúvidas: estamos no caminho certo. Vejam só:

  • 91% Acreditam que as aulas foram motivadoras e facilitaram o entendimento
  • 91% Compreendem que o programa contribuiu para o seu desenvolvimento
  • 89% Pontuam a nota máxima para o Programa de aprendizagem
  • 79% Consideram excelentes os conteúdos desenvolvidos
  • 72% Consideram que os conteúdos têm relação com a rotina e atividades desenvolvidas

 

Comentários

{{comment.parent.comment_author}}
{{comment.parent.comment_date}}
{{comment.parent.comment_content}}
Comentar
{{children.comment_author}}
{{children.comment_date}}
{{children.comment_content}}
Comentar
Ver mais comentários

Matérias anteriores

Um meio para quem sabe aonde quer chegar
Há doze anos, um porto seguro para quem ingressa no mercado de trabalho.
Sério, você vai se surpreender.